Tríada - Evolua em todos os sentidos | Corpo - Mente - Alma

Página Inicial » Amor e sexo » Relacionamentos Por que é tão difíci...

Por que é tão difícil ser afetivo?

Publicado por Redação em 31/05/2010 às 20h06

Descubra, nas palavras da especialista em relacionamentos Rosana Braga, como exercitar sua afetividade no dia a dia para criar relações mais promissoras e harmoniosas. Só depende de você

Texto • Rosana Braga

Às vezes, fico me perguntando por que é tão difícil ser afetivo. Costumamos acreditar que afetividade tem a ver somente com transparência, é simplesmente ser sincero, não enganar os outros. Mas ser afetivo é muito mais do que isso. É ter coragem de se expor, de se mostrar frágil, de expressar emoções, de falar do que a gente sente... Ser afetivo é desnudar a alma, é deixar cair as máscaras, baixar as armas, destruir os imensos e grossos muros que nos empenhamos tanto para levantar.

Ser afetivo é permitir que nossos sentimentos aflorem, desabrochem, transbordem! E isso nada tem a ver com um comportamento piegas, mas, sobretudo, com uma dinâmica humana, integrada e autêntica. No entanto, infelizmente quase sempre, a maioria de nós decide não correr esse risco. Preferimos a dureza da razão à leveza que exporia toda o afeto que age e atua genuinamente em cada um de nós.

Assim preferimos, por exemplo, o recorrente “nó na garganta” e, consequentemente, a gastrite nervosa, às lágrimas que brotam do mais profundo de nosso ser. Preferimos nos perder numa busca insana por respostas imediatas à simplesmente nos entregar e admitir que não sabemos, que temos medo! Por mais doloroso que seja ter de construir uma máscara que nos distancia cada vez mais de quem realmente somos, preferimos assim: manter uma imagem que nos dê a sensação de força, poder e proteção.

Página 1 de 2
 
Recomendar Comentar Enviar por email Compartilhar Imprimir
COMPARTILHE NA REDE
ENVIAR POR EMAIL
Matérias relacionadas
Deixe seu comentário
Hollister Models comentou às 08h20 em 18/01/2014 responder denunciar

Some publisher's reader can be mad adequate or drunk adequate to report favorably on it. You have read the books. The meat of them has been transmuted inside the alembic of Martin Eden's thoughts and poured into 'The Shame with the Sun,' and one particular day Martin Eden will likely be renowned, and not the least of his fame will rest upon that function. So you need to get a publisher for it - the sooner the much better.Brissenden went house late that night; and just as he mounted the first step from the car or truck, he swung all of a sudden back on Martin and thrust into his hand a little, tightly crumpled wad of paper.The bell clanged and also the car pulled out, leaving Martin wondering as towards the nature with the crinkly, greasy wad he clutched in his hand. Back in his space he unrolled it and discovered a hundred-dollar bill. Hollister Models http://www.foreningen-forum.no/cp/Scripts/ASP/Chat/class.asp?w=1

Denunciar abuso no Site

Você está ajudando o Triada a controlar o conteúdo que está violando as políticas de privacidade do site.
Onde está o abuso que você está denunciando?


Adicione um comentário sobre essa denúncia:



Enviar

Obrigado!




  • + Da Semana
  • + Do Mês
  • + Comentadas
Inscreva-se em nossa Newsletter e receba em seu email nossas atualizações.

Twitter

Acompanhe-nos no twitter e fique por dentro das notícias em tempo real!
Siga-nos »
ACOMPANHE-NOS TWITTER ORKUT RSS NEWSLETTER