Tríada - Evolua em todos os sentidos | Corpo - Mente - Alma

Página Inicial » Bem-estar e saúde » Autoajuda Descubra o que você ...

Descubra o que você realmente quer

Publicado por Redação em 23/09/2010 às 18h53

Tem muita gente por aí que, um belo dia, para e percebe que não está fazendo aquilo que gostaria com a própria vida. Será que você está nesse grupo? Para descobrir (e mudar esse quadro caso a resposta seja positiva), conheça o Teste da Paixão

Texto • Redação
 

Todos nós sonhamos em ter uma vida alegre, tranquila e plena. Mas a rotina e as exigências do dia a dia nos fazem pensar: “não foi isso que eu imaginei para mim”. Pensando nisso, Chris e Janet Attwood desenvolveram o Teste da Paixão, um método prático que te ajuda a identificar seus verdadeiros desejos e a sair em busca da realização completa. Confira o primeiro passo e comece agora mesmo.
 

O teste da paixão

O que significa uma vida apaixonada? Uma vida excitante, emocionante, entusiasmada, cheia de propósitos, focada, motivada, gratificante, divertida, fácil, alegre, sem limites. Significa viver de acordo com o nosso destino.

É claro que todos nós gostaríamos de sentir que nossas vidas têm um propósito. Todos queremos sentir entusiasmo com o que fazemos em nosso cotidiano, todos queremos amar a própria vida e sentir que estamos de algum modo dando a nossa contribuição para o mundo que nos cerca.

Mas como descobrir a sua verdadeira paixão? (...)

A primeira parte do Teste da Paixão consiste em fazer uma lista com todas as suas paixões, ou seja, as coisas que você mais ama, as que são mais importantes para você e mais cruciais para sua felicidade e seu bem-estar.
Escreva a sua lista inicial de paixões espontaneamente, sem censura, registrando o que lhe vier à cabeça. Escreva pelos menos 10 coisas que você, sem dúvida nenhuma, adora.

O que você vai listar são suas paixões, não seus objetivos. As paixões são coisas que você já vive ou quer viver. Os objetivos são coisas que você escolhe criar na sua vida. Por exemplo: uma das paixões de Jack é “ser multimilionário”. Mesmo que já não fosse multimilionário, uma das paixões de Jack seria essa. O que não impede que ele tenha o objetivo de ganhar dois milhões de dólares no próximo ano. (...)

Quando suas paixões são claras, você então pode criar objetivos que estejam de acordo com elas e começar a criar a vida que escolheu. Tanto as paixões quanto os objetivos têm valor, mas o primeiro passo é deixar claro quais são as suas paixões. Pense sobre o que você fará, quem será e o que terá quando sua vida for ideal.

Assim como Jack, comece a frase de cada paixão com um verbo que expresse como você viverá essa vida ideal.
Eis alguns exemplos:

Morar numa casa bonita, onde eu me sinta totalmente em paz.

Ter sucesso como escritor de romances policiais.

Ter uma saúde perfeita, com muita energia, muito ânimo e muita vitalidade.

Divertir-me com tudo o que faço. (...)

O que você ama fazer? Em que tipo de ambiente adora ficar? Que tipo de pessoas gosta de ter ao seu redor? O que o entusiasma, o deixa animado e cheio de energia? As respostas a essas perguntas podem fornecer pistas que levam até o seu propósito.

Mais um conjunto de pistas. No que você é bom? O que faz as pessoas elogiarem você? O que você faz melhor do que a maioria das pessoas? Quais são as suas habilidades e talentos únicos? Como geralmente gostamos de fazer as coisas para as quais temos habilidades, os amores e os talentos costumam andar juntos.

Se é assim tão simples, por que tantas pessoas não conseguem realizar seu propósito na vida? Nossa mente costuma nos pregar peças. Ela se parece com um macaco que pula de galho em galho.

Primeiro, ela corre em direção de algo estimulante, depois foge de algo que a assusta. A sua mente até mesmo tenta convencê-lo de que o seu propósito na vida não é tão importante assim – tudo em nome da segurança e da estabilidade.

Por exemplo: muitos costumam dizer que sua paixão é ganhar muito dinheiro. Em contrapartida, podem ter paixão por determinado trabalho, pela família ou pelo contato com a natureza. Nada ligado a um ganho maior de dinheiro os atrai ou deixa animados. Quando conversamos com essas pessoas, descobrimos que se importam muitos mais em ter liberdade para se dedicar às coisas que amam fazer do que em ter muito dinheiro.

Não é necessário ter muito dinheiro para alcançar a liberdade desejada por muitos. Madre Teresa de Calcutá, por exemplo, tinha total liberdade para fazer as coisas que amava, mas nunca dispunha de muito dinheiro. O mesmo se pode dizer de Mahatma Gandhi ou de Martin Luther King.

Por outro lado, encontramos pessoas que têm uma paixão avassaladora por ganhar muito dinheiro e ao mesmo tempo paixão por ajudar os outros. Não há nada capaz de impedi-las de ganhar dinheiro, pois elas estão de tal maneira concentradas nisso que o dinheiro simplesmente aparece.

Fique receptivo a qualquer tipo de apoio e você verá a satisfação surgir na sua vida. Se a segurança e a liberdade que o dinheiro traz são muito importantes para você, eles vão aparecer. Ganhar dinheiro e ficar rico são habilidades que a maioria das pessoas aprende. Ter riqueza requer investir tempo, energia e dinheiro para aprender tais habilidades ou cercar-se de pessoas capazes de fazer isso.

 

Ao fazer sua lista, preste atenção no seguinte:

Não consulte ninguém. Mergulhe fundo e entre em contato com as coisas que de fato são as mais importantes para você.

Faça o teste sozinho e de uma vez só. Isso deve levar apenas 20 ou 30 minutos, a não ser que você não tenha mesmo muita certeza sobre as coisas mais importantes para você. Nesse caso, pode levar mais tempo.

Se possível, fique em um ambiente calmo, sem distrações. Nesse processo você mergulha dentro de si mesmo para chegar às coisas que têm mais significado para sua vida. Você não conseguirá chegar até elas se estiver nervoso ou distraído.

Use frases curtas e precisas. Evite combinar várias paixões numa só, como “ter um relacionamento ideal, viajar pelo mundo de primeira classe e morar numa casa de frente para o mar”.

Lembre-se: as pessoas felizes e bem-sucedidas têm as suas cinco maiores paixões presentes em suas vidas.

 

 

TESTE DA PAIXÃO
Janet Bray Attwood e Chris Attwood
Editora Sextante
www.sextante.com.br

 

 
Recomendar Comentar Enviar por email Compartilhar Imprimir
COMPARTILHE NA REDE
ENVIAR POR EMAIL
Matérias relacionadas
Deixe seu comentário




  • + Da Semana
  • + Do Mês
  • + Comentadas
Inscreva-se em nossa Newsletter e receba em seu email nossas atualizações.

Twitter

Acompanhe-nos no twitter e fique por dentro das notícias em tempo real!
Siga-nos »
ACOMPANHE-NOS TWITTER ORKUT RSS NEWSLETTER