Tríada - Evolua em todos os sentidos | Corpo - Mente - Alma

Página Inicial » Bem-estar e saúde » Terapias Dormir bem: Deepak C...

Dormir bem: Deepak Chopra ensina

Publicado por Redação em 13/09/2010 às 16h34

Em seu livro "Uma boa noite de sono", o médico indiano Deepak Chopra conta os segredos para afastar os ruídos internos e dormir bem de uma vez por todas. Confira e coloque em prática!

Texto • Deepak Chopra

A melhor atitude a ser adotada quando se deita na cama é não se preocupar. Sei que nem sempre isso é fácil, sobretudo se você sofre de insônia, mas procure assumir uma atitude relaxada. Não fique se vigiando nem faça comentários irritados ou melancólicos sobre a falta de sono. E, sobretudo, pare de olhar o relógio.

Em vez disso, deite-se confortavelmente e se entregue nas mãos da natureza. Simplesmente deite-se na cama de olhos fechados sem se importar se está ou não acordado. O mero ato de permanecer imóvel e de olhos fechados – mesmo se estiver se sentindo ansioso e agitado – já proporciona significativos benefícios para o seu corpo.

Relaxe, deixe o corpo pesar sobre o colchão. Repita para si mesmo que está conseguindo descansar bastante, apenas por ficar deitado tranquilo e quieto, com os olhos fechados. Esta atitude ajudará o corpo a entrar em estado de sono espontaneamente. Quanto mais você for adepto da atitude de não se preocupar e quanto mais tomar consciência de seu corpo e conseguir relaxá-lo, melhor dormirá.

Mesmo que você não esteja dormindo, o corpo está obtendo o descanso de que precisa.

Porém, se ainda assim você achar que está tendo muitos pensamentos ansiosos e inquietantes que impedem o sono, pratique a tomada de consciência do seu corpo. Vou explicar do que se trata. A turbulência da mente gera uma turbulência correspondente no corpo. Isto significa que nossas emoções produzem sensações em nosso corpo.

Quando, em vez de concentrar-se nos pensamentos perturbadores, você examina seu corpo para verificar as sensações físicas que esses pensamentos produzem – contração, enrijecimento, aperto no peito –, a força da emoção diminui, porque você desconecta o pensamento da sensação. Examine seu corpo inteiro, pedaço por pedaço, vagarosa e atentamente, procurando identificar e desmanchar as sensações. Se um pensamento perturbador vier desviar sua atenção, volte a concentrar-se no seu corpo. Esta prática contribuirá para reforçar sua atitude de despreocupação, favorecendo a chegada do sono.

Não se force a adormecer. Não fique se controlando ou fazendo comentários sobre a dificuldade de dormir. E pare de olhar o relógio!



Página 1 de 2
 
Recomendar Comentar Enviar por email Compartilhar Imprimir
COMPARTILHE NA REDE
ENVIAR POR EMAIL
Matérias relacionadas
Deixe seu comentário




  • + Da Semana
  • + Do Mês
  • + Comentadas
Inscreva-se em nossa Newsletter e receba em seu email nossas atualizações.

Twitter

Acompanhe-nos no twitter e fique por dentro das notícias em tempo real!
Siga-nos »
ACOMPANHE-NOS TWITTER ORKUT RSS NEWSLETTER