Tríada - Evolua em todos os sentidos | Corpo - Mente - Alma

Página Inicial » Cultura » Sociedades secretas A Ordem dos Hospital...

A Ordem dos Hospitalários

Publicado por Redação em 30/09/2010 às 17h29

Tão importantes para a Idade Média quanto os Templários, esses cavaleiros enxergavam na caridade um caminho para a salvação divina. Saiba mais sobre eles

Texto • Raphaela Maia
 

Era uma vez uma Ordem formada por cristãos devotos que, em plena Idade Média, dispuseram-se a empenhar e até sacrificar suas vidas em defesa de suas crenças e de uma terra santificada. O começo desta história pode parecer uma descrição resumida da atuação dos cavaleiros templários, mas não se deixe enganar: foi também baseada em valores como estes que funcionou uma outra importante organização do período.

A Ordem dos Hospitalários – conhecida ainda como Cavaleiros de São João de Jerusalém ou Ordem da Malta – teve seu início por volta de 1048, quando mercadores italianos obtiveram permissão do califa do Egito para construir um hospital e uma igreja em Jerusalém. A ideia era atender aos enfermos necessitados, independentemente de sua religião ou etnia.

À época, acreditava-se que somente por intermédio da caridade era possível alcançar a salvação divina. O centro médico era sustentado por doações e, apesar de não haver um membro intitulado líder, um beato, que atendia pelo nome de Gérard (de sobrenome desconhecido), é tido como responsável pela fundação do serviço que, então, deu origem à Ordem.

Para se tornar um cavaleiro da Malta, os requisitos básicos eram bastante parecidos aos obedecidos pelos templários: cabia aos membros seguirem a religião católica, além de manter um estilo de vida ortodoxo, aderindo aos votos monásticos de pobreza, castidade e obediência. A grande diferença é que, entre os hospitalários, era imprescindível que os integrantes demonstrassem domínio das práticas medicinais, afinal, a principal meta da Ordem era cuidar dos debilitados.

O reconhecimento ao trabalho desempenhado por estes cavaleiros não demoraria a vir. Em 1113, o papa Paschoal II aprovou o funcionamento do hospital em uma Bula, deixando-o sob a tutela da Santa Sé. Dessa forma, a Ordem ganhava o direito de escolher livremente seus representantes, sem interferências de autoridades laicas ou religiosas.
 

Médicos e guerreiros

Proteger Jerusalém das invasões muçulmanas não era, definitivamente, uma tarefa simples. Os peregrinos que tentavam chegar à Terra Santa conviviam com a possibilidade de perder a vida durante a empreitada, enquanto crescia o risco de que os inimigos do cristianismo retomassem a posse das terras conquistadas durante as Cruzadas.

Por isso mesmo, em 1120, a Ordem dos Hospitalários assumiu outro caráter e passou a ocupar também a posição de instituição militar a serviço do cristianismo. Sendo assim, o fato de ser formada por cristãos adeptos à medicina não isentou a Ordem dos Hospitalários de uma realidade de guerrilha, de modo que os soldados dividiam seu tempo entre o cuidado médico e a defesa militar dos acolhidos.

A medida surtiu efeito e, tempos depois, a prosperidade da Terra Santa era tal que permitiu aos hospitalários expandirem a Ordem para outros países, principalmente pela Europa. Além disso, em função das doações cada vez maiores e das posses conquistadas em combates, estes cavaleiros puderam acumular uma quantidade respeitável de bens e riquezas.

Graças a essas posses, os cavaleiros conseguiram resistir à queda do Reino de Jerusalém, ocorrida em 1187, ainda que com inúmeras dificuldades para manter a Ordem em funcionamento. Por séculos, os hospitalários enfrentaram diversos altos e baixos financeiros, além de guerras com oponentes religiosos e mesmo a perseguição por parte de governantes dos locais em que estavam estabelecidos. Ainda assim, resistiram bravamente e, em 1984, fixaram nova sede em Roma, sob o nome de Soberana Militar de Malta.
 

Medieval, porém moderna

Reconhecida em 1986, a Ordem Soberana Militar de Malta, atualmente, encontra-se voltada à missão que a gerou: cuidar da saúde daqueles que necessitam. Essa instituição continua a possuir grande poderio econômico, além de influência política. O espalhamento pela Europa com o passar do tempo fez com que a Ordem ganhasse representantes em diversos países. A instituição ocupa, ainda, o posto de observadora permanente junto à ONU e possui representantes na Organização Mundial da Saúde.

A maior parte de seus hospitais está localizada em países da Europa, como Alemanha, França, Inglaterra e Itália. Mas existem ainda 11 centros médicos dirigidos pelos hospitalários no Líbano, além de serviço em domicílio. Por meio do Comitê Internacional da Ordem de Malta (CIOMAL), é dirigido um programa de combate à lepra no Camboja; o CIOMAL presta assistência também a outros países, inclusive – e principalmente –, ao Brasil.
 

Hospitalários versus Templários

Quando assumiu caráter militar, a Ordem da Malta e seus cavaleiros passaram a ocupar uma nova posição dentro da sociedade, já que começaram a se envolver em conflitos que ultrapassavam a mera defesa dos hospitais – o que, de certo modo, aproximou-os muito da atuação dos cavaleiros templários.

Havia, portanto, certa rivalidade entre estes grupos. Fontes afirmam que templários e hospitalários reclamavam a autoridade de principal Ordem; a Malta dizia-se pioneira e afirmava cumprir o mesmo trabalho que os templários, ao passo que esses últimos asseguravam ser deles toda a glória. Ainda assim, sempre houve respeito entre seus integrantes.

 

 
Recomendar Comentar Enviar por email Compartilhar Imprimir
COMPARTILHE NA REDE
ENVIAR POR EMAIL
Matérias relacionadas
Deixe seu comentário
mbt boots women comentou às 03h45 em 18/01/2014 responder denunciar

mbt stockists A Ordem dos Hospitalários Cultura Sociedades secretas mbt boots women http://www.canadabusiness.ab.ca/mbt-off-price.asp

Denunciar abuso no Site

Você está ajudando o Triada a controlar o conteúdo que está violando as políticas de privacidade do site.
Onde está o abuso que você está denunciando?


Adicione um comentário sobre essa denúncia:



Enviar

Obrigado!




  • + Da Semana
  • + Do Mês
  • + Comentadas
Inscreva-se em nossa Newsletter e receba em seu email nossas atualizações.

Twitter

Acompanhe-nos no twitter e fique por dentro das notícias em tempo real!
Siga-nos »
ACOMPANHE-NOS TWITTER ORKUT RSS NEWSLETTER