Tríada - Evolua em todos os sentidos | Corpo - Mente - Alma

Página Inicial » Dieta » Cardápios light Gravidez: o que pode...

Gravidez: o que pode ou não comer

Publicado por Redação em 03/10/2010 às 10h00

São muitos as dúvidas e os mitos quanto à alimentação durante a gravidez. Contra eles, respostas! Descubra agora como montar cardápios capazes de garantir uma gestação segura e supersaudável para o bebê que vem por aí

Texto • Carine Portela
 

Durante a gravidez, o organismo da mulher precisa estimular a formação do bebê, armazenar nutrientes para a amamentação e para os primeiros meses do recém-nascido e, ainda, garantir a manutenção de sua própria saúde. As tarefas não são poucas e, para que todas sejam cumpridas com êxito, a chave pode estar em um só conceito: alimentação adequada. A seguir, você confere dicas, sugestões e conselhos de  médicos e nutricionistas para compreender, afinal, o que deve mudar no cardápio para garantir um bom suporte nutricional para a mamãe e seu bebê.
 

Princípios básicos

É verdade que uma gravidez nunca é igual a outra e, por isso, a avaliação nutricional deve ser indicada individualmente, por um nutricionista ou médico especializado. Mas algumas regras gerais podem e devem ser seguidas por qualquer mulher para investir na saúde de seu bebê: não exagere nas massas, refrigerantes e doces; aproveite carnes, peixes, verduras, frutas, leite e seus derivados; evite excesso de sal, dando preferência a temperos a base de vinagre, limão, alho e orégano; e, principalmente, fique longe de drogas, bebidas alcoólicas e cigarro.
 

Qualidade ou quantidade?

Um dos principais mitos sobre alimentação durante a gestação é o de que a mulher deve comer por dois para garantir a saúde de seu bebê. Dr. Nataniel Viuniski, pediatra e nutrólogo do Espaço Leve – Núcleo de Prevenção e Tratamento da Obesidade Infanto-Juvenil, lembra que, embora a nutrição nesse período vise a manutenção da saúde de dois organismos, esse conceito já está totalmente ultrapassado. “Para que todas as necessidades da gestante e da nova vida que se forma sejam supridas, o importante é aumentar a qualidade, e não a quantidade dos alimentos ingeridos pela futura mamãe”, explica o médico.
 

Faça as contas

O controle rigoroso do peso é muito importante durante a gravidez. Mamães abaixo do peso correm o risco de anemia e podem não dispensar ao bebê todos os nutrientes necessários para sua formação e crescimento. Já as acima do peso, além de estarem mais propensas à diabete gestacional, podem ter um parto com mais complicações. Tanto as obesas quanto as muito magras correm mais risco de terem eclâmpsia ou pré-eclâmpsia, aparecimento de convulsões que podem causar interrupção da gestação ou parto prematuro.

Hoje em dia, é consenso que mulheres com peso baixo devem engordar até 15 kg; as obesas, não devem passar dos 7 kg; e, as com peso ideal, devem ficar entre 10 e 12 kg. Nesse caso, o peso estaria distribuído da seguinte maneira: cerca de 3 kg para o bebê, 1 kg de placenta, 2 kg de líquido amniótico e, os outros 6 kg, acumulados no próprio organismo, em forma de líquidos entre os tecidos. Alguns meses após o parto, o ideal é voltar ao peso normal, com apenas 1 kg extra.

 

Lembre-se de que:

• Comer em excesso só leva você a engordar e, consequentemente, prejudicar o bebê e dificultar o parto. Os médicos indicam que 300 calorias a mais por dia são suficientes para suprir as necessidades da mãe e do bebê.

• Para garantir a ingestão de uma quantidade suficiente de nutrientes como ferro, cálcio e ácido fólico, muitos médicos indicam suplementação adicional. A prática é comum, mas nunca tome nenhum complemento sem o conhecimento de seu médico.

• Em casos de necessidade de dieta especial (diabete gestacional, obesidade, anemia etc.), procure imediatamente orientação de um nutricionista especializado.




Página 1 de 4
 
Recomendar Comentar Enviar por email Compartilhar Imprimir
COMPARTILHE NA REDE
ENVIAR POR EMAIL
Matérias relacionadas
Deixe seu comentário
Dieta de 21 dias comentou às 03h12 em 28/01/2017 responder denunciar

Olá Triada. Agora Finalmente VOCÊ pode perder peso, queimar Gordura, reduzir a sua cintura, acelerar o seu metabolismo, ter um cabelo, pele e unhas mais saudáveis, melhorar o seu tônus muscular, aumentar a sua energia, reduzir a celulite, melhorar os níveis de colesterol e desfrutar de muitos outros Benefícios seguindo o Método passo a passo da Dieta de 21 dias. Sem passar fome, sem tomar remédios prejudiciais, sem se matar de fazer exercícios monótonos e chatos e sem colocar a sua saúde em risco. A Dieta de 21 dias foi desenvolvida pelo Dr. Rodolfo Aurélio (Naturopata com Formação Internacional) e tem Ajudado Centenas de Pessoas a atingir seus objetivos de Perda de Peso - mais rápido do que qualquer outra dieta que existe no mercado. http://vai.la/qOn8 Agora é a sua chance, não perca!

Dieta comentou às 20h29 em 22/01/2017 responder denunciar

Olá A Dieta de 21 dias é um Revolucionário Protocolo de Emagrecimento (100% Natural) que foi baseado em mais de 1.200 Experimentos Científicos para Ajudar Você a perder Peso e Gordura Corporal - Mais Rápido do que qualquer outro Método que Você já tentou... Sem Passar Fome, Sem Contar Calorias, Sem Abrir Mão de Alimentos Deliciosos e Sem ter que Fazer Exercícios Monótonos e Chatos. Ao Seguir a Dieta em Apenas 21 dias Você vai: Emagrecer de 5 à 10 kg de Gordura Corporal em Apenas 21 dias Acelerar o Seu Metabolismo Melhorar Seus Níveis de Colesterol Reduzir a Celulite Vestir 2 ou 3 tamanhos à baixo de suas calças Melhorar o Tônus Muscular Cabelos, Pele e Unhas Mais Bonitos e Saudáveis Aumento de Foco e Energia E uma Série de outros Benefícios para a Sua Saúde Entre > http://bit.ly/dieta-de_21-diass Boa sorte , viva bem como seu corpo :)

mbt tennis shoes comentou às 01h14 em 18/01/2014 responder denunciar

mbt shuguli Gravidez: o que pode ou não comer Princípios básicos Dieta Cardápios light mbt tennis shoes http://www.ecojyutaku.co.jp/mbt-raha.asp

Denunciar abuso no Site

Você está ajudando o Triada a controlar o conteúdo que está violando as políticas de privacidade do site.
Onde está o abuso que você está denunciando?


Adicione um comentário sobre essa denúncia:



Enviar

Obrigado!




  • + Da Semana
  • + Do Mês
  • + Comentadas
Inscreva-se em nossa Newsletter e receba em seu email nossas atualizações.

Twitter

Acompanhe-nos no twitter e fique por dentro das notícias em tempo real!
Siga-nos »
ACOMPANHE-NOS TWITTER ORKUT RSS NEWSLETTER