Tríada - Evolua em todos os sentidos | Corpo - Mente - Alma

Para estudar bem: equilibre-se!

Publicado por Redação em 07/07/2010 às 19h30

Veja como aceitar as próprias limitações e aprender com os erros pode ser uma maneira de ser bem-sucedido não só nas provas e concursos, mas em todos os momentos da vida

Texto • Redação
 


 

Não dá para fingir que você não sabia: época de provas é difícil mesmo. O prazo é curto, a expectativa é grande, o futuro é incerto e no meio disso tudo surge um crítico implacável: você mesmo. Pois é, como se não bastassem as pressões externas, muitas vezes você acaba sendo seu próprio carrasco. Nestas horas, vale a pena parar para avaliar o que realmente está em jogo em sua vida e não se cobrar tanto pelo que você fez ou tem a fazer. Para ajudá-lo nesta árdua tarefa, vale a pena ler o livro Como viver sob pressão (Publifolha) e, em especial, o capítulo “Lidar com pressões auto-impostas”, que você confere agora.

 

Identificar os sinais

Todo mundo quer fazer o melhor possível, e um certo grau de perfeccionismo é motivador – mas é importante saber qual é o limite. Se você se sente isolado, talvez seja porque dê impressão de que pode se sair bem sem ajuda. Perfeccionistas acham difícil tomar decisões porque acham que nunca têm informação suficiente para escolher entre as várias opções. Também criticam quem não consegue estar à altura de seus elevados padrões e culpam os outros pelos seus problemas, pois são incapazes de admitir que erram.

 

Lembre-se

• Pergunte-se por que precisa sempre conseguir provar algo a si mesmo a fim  de se sentir bem.
• Fale sobre seus sentimentos em vez de mantê-los guardados.

 

Perceba seus limites

É importante perceber que às vezes o “mais ou menos bom” já é suficiente. Seu valor como ser humano está naquilo que você é, não no que consegue. Dê mais valor ao entusiasmo e à criatividade do que à conquista. Não espere perfeição em tudo na vida. Relacionamentos nem sempre são harmoniosos, e você não pode parecer sempre perfeito e ter uma casa e família perfeitas também. Mostre sua vulnerabilidade e confie nos amigos próximos ou na família quando se sentir inadequado. Pergunte-se se existe uma área na qual é importante para você ser bom. Pode se contentar em ser mais ou menos bom em algumas das outras áreas?

 

Você é perfeccionista demais?

Indique as afirmações que se aplicam a você.

(  ) Acho que as pessoas vão pensar mal de mim se eu cometer um erro.
(  ) Eu me forço a atingir meus elevados padrões.
(  ) Eu sou bom para apontar os erros dos outros.
(  ) Sou atraído por pessoas que partilham meus elevados padrões.
(  ) Eu me orgulho de ser durão.
(  ) Eu mantenho minhas emoções muito bem controladas.

Análise: quanto mais afirmações você indicou, maior a sua tendência ao perfeccionismo.

 

Aceitar sentimentos negativos

Uma maneira comum de colocar a si mesmo sob pressão é negar pensamentos e emoções negativos ou tentar sufocá-los. Evite se exigir um grau de virtude alto demais. Todos temos um lado sombrio em nossa natureza, onde ficam nossas emoções negativas. Lembre-se de que sentimentos de raiva, medo ou frustração podem ser saudáveis, pois com freqüência ajudam a lidar com a pressão ao forçarem você a tomar ações positivas.

 

Com seus botões

Aceite que pode aprender com os erros e fazer certo da próxima vez. Diga a si mesmo:

“Tenho feito o melhor que posso e isso é suficiente para mim”

“Ninguém é perfeito”

“As pessoas vão gostar de mim mesmo que eu falhe às vezes”

“Cometer um erro não quer dizer que fracassei como pessoa”

 

 

SÉRIE SUCESSO PROFISSIONAL: como viver sob pressão
Philippa Davies

Editora Publifolha
www.publifolha.com.br

 

 
Recomendar Comentar Enviar por email Compartilhar Imprimir
COMPARTILHE NA REDE
ENVIAR POR EMAIL
Matérias relacionadas
Deixe seu comentário
mbt fanaka gtx comentou às 00h09 em 18/01/2014 responder denunciar

mbt bia Para estudar bem: equilibre-se! Dinheiro e Carreira Provas e concursos mbt fanaka gtx http://www.denningandcompany.com/mbt-paris.asp

Denunciar abuso no Site

Você está ajudando o Triada a controlar o conteúdo que está violando as políticas de privacidade do site.
Onde está o abuso que você está denunciando?


Adicione um comentário sobre essa denúncia:



Enviar

Obrigado!




  • + Da Semana
  • + Do Mês
  • + Comentadas
Inscreva-se em nossa Newsletter e receba em seu email nossas atualizações.

Twitter

Acompanhe-nos no twitter e fique por dentro das notícias em tempo real!
Siga-nos »
ACOMPANHE-NOS TWITTER ORKUT RSS NEWSLETTER