Tríada - Evolua em todos os sentidos | Corpo - Mente - Alma

Página Inicial » Espiritualidade » Espiritismo Reencarnação: o fim ...

Reencarnação: o fim e o recomeço

Publicado por Redação em 18/08/2010 às 12h07

Mais do que um caminho para o crescimento espiritual, a reencarnação é também um consolo para quem não sabe lidar com a dor da perda. Saiba como esse princípio é visto pela doutrina espírita e também por outras religiões

Texto • Paula Bianca de Oliveira
 


 

A ideia de reencarnação sempre esteve presente na história da humanidade. Desde as primeiras civilizações orientais até a Grécia Antiga, podem ser encontrados inúmeros relatos que mencionam essa crença. No século 6 a.C., por exemplo, o notório poeta e filósofo grego Orfeu já proclamava a imortalidade da alma. Os principais elementos de sua doutrina, o orfismo, diziam:

“No homem há um princípio divino, uma alma que caiu em um corpo para corrigir uma imperfeição. (...) Essa alma não só preexiste ao corpo como também sobrevive a ele, estando destinada a reencarnar em corpos sucessivos até que consiga depurar-se das imperfeições e dos erros que a fazem voltar ao mundo.”

No espiritismo, a reencarnação tem contornos bem semelhantes aos ditados pelo orfismo. Visto como um exemplo da bondade e da justiça de Deus, o ato de se reencarnar está entre os princípios básicos da religião espírita. “O mecanismo das múltiplas existências permite-nos o entendimento da evolução do espírito e da justiça divina”, afirma Antônio César Perri de Carvalho, diretor da Federação Espírita Brasileira (FEB).

Allan Kardec, em O livro dos espíritos, relata que a reencarnação é mesmo uma lei divina, na qual o espírito encontra subsídios para se transformar, por meio de sucessivas existências terrestres. “Em uma só vida, nós não poderíamos adquirir todo o conhecimento e passar por todas as vivências necessárias. No decorrer das nossas reencarnações, vamos exercitando vivências diferentes, que contribuirão para formar um espírito realmente evoluído e de luz, que é o objetivo maior”, explica Maria de Cássia Anselmo, diretora da Federação Espírita do Estado de São Paulo (FEESP).



Página 1 de 8
 
Recomendar Comentar Enviar por email Compartilhar Imprimir
COMPARTILHE NA REDE
ENVIAR POR EMAIL
Matérias relacionadas
Deixe seu comentário
Marilene de S.Nogueira Geminiani comentou às 13h20 em 09/10/2013 responder denunciar

Preciso de ajuda..perdi bruscamente minha irmã de 47 anos de um Avc não consigo aceitar era muito alegre e fazia planos para formatura dos filhos.Quero acreditar que ela não acabou imploro algum sinal que ela vive,to desesperada. Base de remédios ,achei este site que me deu uma certa esperança .Tudo aconteceu dia 23 setembro 2013' cada dia que passa a dor aumenta,estou lendo livros espiritas pois e a única que me passa alguma coisa que quero ouvir,estou lendo Quando chega a hora de Zibia Gasparreto.preciso de ajuda,

Gustavo comentou às 12h55 em 27/08/2011 responder denunciar

Amei o comentario sobre a vida após a morte estão de parabens

Rita comentou às 19h38 em 10/01/2011 responder denunciar

Olá, gostaria de entrar em contato com a autora do texto, Paula Bianca. Vocês podem me passar seu contato? Obrigada!

Denunciar abuso no Site

Você está ajudando o Triada a controlar o conteúdo que está violando as políticas de privacidade do site.
Onde está o abuso que você está denunciando?


Adicione um comentário sobre essa denúncia:



Enviar

Obrigado!




  • + Da Semana
  • + Do Mês
  • + Comentadas
Inscreva-se em nossa Newsletter e receba em seu email nossas atualizações.

Twitter

Acompanhe-nos no twitter e fique por dentro das notícias em tempo real!
Siga-nos »
ACOMPANHE-NOS TWITTER ORKUT RSS NEWSLETTER