Feng shui na prática

Publicado por Redação em 21/12/2010 às 17h31

Prepare-se para colocar em ação os milenares preceitos do feng shui: a seguir, você confere segredos, explicações detalhadas, dicas práticas e lições passo a passo. Veja por onde começar e já coloque a mão na massa

 Harmonização na prática

Texto • Redação



Para utilizar na prática os princípios do feng shui, o primeiro passo é abrir caminhos para que a energia vital chi flua livremente. Em chinês, as palavras feng shui significam "vento" e "água", respectivamente. Elas se referem à suavidade de como o vento desliza sobre a água, da mesma forma em que o chi deve deslizar pelos ambientes. Assim, cada vez que o feng shui indica as cores, estilos e objetos ideais para um cômodo, por exemplo, está indicando maneiras de favorecer os caminhos e a fluência do chi.

Em um primeiro momento, pode parecer complicado aplicar todos esses conceitos na sua própria casa, mas basta um pouquinho de estudo e dedicação para descobrir que não é bem assim: vivenciar a milenar arte chinesa de harmonização na prática pode (e deve) ser simples e prazeroso. Para começar, veja nas próximas páginas como reconhecer cada área da sua casa e utilizar o ba-guá, o principal instrumento do feng shui. Acompanhe também ideias de harmonização bem simples de realizar. Mãos à obra!

 Limpando a área

Limpando a área


 

De início, que tal acender um bom incenso? Para utilizar os conceitos do feng shui no seu lar, o primeiro passo é fazer uma boa faxina. Isso significa limpar a área em todos os sentidos: mandar embora a poeira acumulada, dar fim a objetos quebrados ou fora de uso, organizar a bagunça dos armários e, até mesmo, realizar uma limpeza energética. Um procedimento simples e eficiente é acender um incenso de sua preferência com o ambiente fechado. Quando ele acabar, abra as portas e janelas, visualizando que todas as energias negativas estão saindo por elas, para nunca mais voltar.

 Como aplicar o ba-guá na planta

Como aplicar o ba-guá na planta
 

PASSO 1

Para encaixar o ba-guá nos cômodos da sua casa, comece desenhando a planta da residência (não se preocupe se não fizer um trabalho de profissional, o importante é manter as proporções corretas). Se o formato da planta for irregular, trace linhas imaginárias para formar um retângulo perfeito, como na figura acima.

 

PASSO 2

Divida cada lado em três partes iguais e numere cada um dos pontos com números de 1 a 8,  como no exemplo acima. Em seguida, ligue os pontos como mostra a figura, formando as bordas do octógono. Repare que, com esse desenho, você já tem o octógono do ba-guá perfeitamente encaixado na planta da casa.

 

PASSO 3

Ligue os seguintes pontos, traçando linhas diagonais: 1 com 5, 2 com 6, 3 com 7 e 4 com 8. Pronto: os setores que representam os oito guás ou aspectos da vida já estão formados. Note que, muitas vezes, um cômodo pode ser preenchido por mais de um guá e vice-versa – não há nenhum problema quando isso acontece.

 

PASSO 4

Desenhe um pequeno círculo no centro do octógono e, por fim, escreva os nomes de cada uma das áreas do ba-guá, assim como indicado na figura acima. Lembre-se que o primeiro setor é o do trabalho, que sempre fica no meio da parede da porta de entrada. É por ele que o chi entra na casa.

 

PASSO 5

Agora que você já sabe a que aspecto da vida corresponde cada cômodo da casa, o passo seguinte é descobrir como ativar suas energias. Nessa matéria, você já encontra os principais fundamentos para começar a aplicar o feng shui. Esse é o momento ideal para deixar sua intuição fluir e abusar da criatividade.

 Para atrair boa sorte

Para atrair boa sorte

Vale a pena espalhar estrategicamente pela casa alguns amuletos poderosos. Um símbolo favorável para atrair prosperidade é o sapo. Outras ideias: os cristais são energizantes e devem ser dispostos no sudoeste ou no centro da casa; o elefante simboliza a sabedoria, é sempre bom ter um por perto; peixes, girassóis, obras de arte e moedas antigas também são boas pedidas, capazes de levantar o astral de qualquer espaço. Vamos lá, decorando!